Arquivo | Diversão RSS feed for this section

E por falar em sons…

11 mar

Sempre esqueço de falar sobre tópicos que citei há algum tempo. Mario galaxy é vítima forte desse esquecimento. Era pra fazer um review sobre esse jogo que me conquistou logo de cara, quando comprei meu Nintendo Wii. Como não disponho de conhecimento técnico e muito menos sou expert no jogo – a ponto de nem ter chegado ao fim dele – quero compartilhar algo marcante nessa produção: a trilha.

Antes de tudo, para quem não sabe, Koji Kondo é o japonês (óbvio) responsável por todas as músicas das sagas do Mario, desde os primórdios, lá em 1985. Ele é o encarregado de compor e dirigir as trilhas que nos acompanham em castelos e chefões – e que deixam minha irmã nervosa. No Mario Galaxy eu diria que isso está bem acentuado. A trilha é tão harmônica em algumas fases – como na do Jardim do Vento e Casa Fantasma – que te arrepiam.

Melhor do que falar, é ouvir, certo?

Vejam que bacana. essa orquestra imensa foi utilizada na trilha do Gusty Garden (uma galáxia dentro das diversas que você passa).

Agora, reparem como a trilha se apresenta ao longo da fase. (acelere cerca de 40 segundos)

Essa é a Casa Fantasma. O melhor momento fica na entrada do violino.

 

Há, ainda, músicas antigas com novos arranjos e instrumentação. Há dezenas de fases com trilhas que se tornaram clássicos. É uma pena não ter tanto tempo (e habilidade) para chegar ao fim deste jogo. E olha que ele saiu em 2007 e para este ano já está anunciada a chegada de Mario Galaxy 2!