Arquivo | abril, 2010

“Melhor assim”, o novo CD de Teresa Cristina

30 abr

MELHOR ASSIM

Teresa Cristina é, para mim, uma cantora muito especial. Foi por meio de seu trabalho que eu pude conhecer o samba que eu gostava, já que é impossível abraçar todas as vertentes do samba.

Ela tem 42 anos e só foi descoberta tardiamente. Como outras do gênero, recebeu o rótulo de “nova safra da MPB”. Todavia, diferentemente das novas vozes, eu costumo dizer que a simplicidade é o ponto forte de Teresa. Não é uma voz “única” e tampouco utiliza técnicas e arranjos mirabolantes em suas músicas. Com sua voz aveludada, não é difícil imaginar algo que lembre o carinho da sua mãe cantando um belo samba ao seu ouvido.

No novo CD – gravado no Espaço Tom Jobim – ela conta com participações de Marisa Monte, Lenine, Caetano Veloso e Seu Jorge (eco!). Como sempre, Teresa demonstra que definitivamente o samba-canção foi feito para ela. As músicas tem temáticas alternadas, mas a coesão entre elas é muito agradável.

Não tive tempo de ouvir o CD inteiro, e diversas vezes eu retorno para a faixa que abre o disco. É de arrepiar.

iPad: você ainda vai precisar de um. Será?

14 abr

https://i0.wp.com/i2.r7.com/data/files/2C92/94A3/2660/9982/0126/712F/0FD2/1886/apple-ipad-g-20100127.jpg

Compre Baton. Compre Baton!

É difícil entender como a indústria pegou uma fórmula básica e simplesmente a inverteu. Explico-me. Antes, havia um problema, que demandava uma solução, e logo tínhamos um produto para satisfazer essa solução. Hoje temos a solução para eventualmente nos depararmos com o problema.

No caso do iPad, parece ter sido esse o conceito. O Kindle, da Amazon, surgiu como um leitor de e-books revolucionário, pois dizem que a qualidade da sua imagem (o chamado e-ink) é surpreendente, e muito se assemelha ao conforto visual de uma leitura no tradicional papel. A Apple, claro, lançou a sua versão de leitor digital. Todavia, fala-se tudo sobre o produto da Maçã, exceto o fato de que ele deveria ser um e-reader e que não tem a mesma qualidade de imagem que o seu concorrente para a leitura de… livros!. Além disso, notícias pipocam diariamente sobre os atributos multimidias equipamento: pasmem, já há mais de 800 jogos para o equipamento.

Não era para ser um leitor de livros digitais? Para citar mais, a companhia de Steve Jobs adiou o lançamento internacional do equipamento, porque não está dando conta da demanda do mercado americano. Aí vem a pergunta: será que todo esse frisson sobre o iPad tem a ver com a possibilidade de carregar milhares de livros e revistas em um equipamento ou estamos diante de um iPhone com tela gigantesca. Ou ainda, não seria apenas mais um modismo, o jeito Apple descolado de ser?

STJ decide soltar Arruda

12 abr

Do Correio Braziliense:

Em votação na tarde desta segunda-feira, os ministros do Superior Tribunal de Justiça decidiram conceder a liberdade ao governador cassado do DF, José Roberto Arruda. Por oito votos a cinco, Arruda ganhou o direito de deixar a cela na Superintendência da Polícia Federal, onde está preso desde 11 de fevereiro.

É, pessoal. Só posso dizer uma coisa:

Escondam suas carteiras!

http://noreset.files.wordpress.com/2009/05/mussum.jpg